,

Pernambuco: jovens criam nova versão da música “Adorarei” para motivar campanha de doação de sangue

Jovens da UMADALPE (União da Mocidade da igreja Assembleia de Deus em Abreu e Lima/PE) criaram um projeto chamado “Jovem Doador”. A brilhante ideia visa conscientizar a população a doar sangue de forma efetiva.

pastor
Pr. Roberto José dos Santos (presidente da Convenção das ADs Abreu e Lima)

O projeto que teve mais uma edição neste final de semana tem o apoio do HEMOPE, do Governo do Estado, além do presidente das Assembleias de Deus Convenção Abreu e Lima, o pastor Roberto José dos Santos, que além do apoio, vestiu a camisa do projeto.

Para impulsionar a campanha, os jovens criaram cartazes e faixas com frases informativas que diziam: “Doar sangue é amar o próximo”. Além disso, eles cantaram uma versão da música “Adorarei” de Samuel Mariano, com o título “Eu doarei”. O objetivo é chamar a atenção das pessoas para a doação de sangue.

“Eu doarei, eu doarei, pois vidas ajudarei a salvar – eu doarei! Eu doarei, eu doarei, não me interrompa, quero doar”.

No vídeo, juventude do setor 2 nas ruas da cidade. No entanto, simultaneamente, outra equipe evangelizava pessoas no trânsito, com cartazes de cunho evangelístico abordando pessoas e incentivando-os a conhecerem o maior doador de sangue da humanidade, a saber, Jesus Cristo.

[VER FOTOS ABAIXO]

A importância de doar sangue

Vale ressaltar que a doação de sangue é essencial para abastecer os estoques dos hemocentros, para serem usados em pacientes nos casos de cirurgias, por exemplo. A falta do item nos estoques pode ser fatal na vida daqueles que precisam, podendo levá-los à morte.

A orientação é que todo mundo, inclusive cristãos, sejam despertados para doarem sangue. Para embasar a ideia, uma frase pode resumir tudo: “Um doador de sangue há cerca de dois mil anos atrás salvou a minha vida”.

Como doar

  • Se você estiver interessado, procure um Hemocentro próximo da sua casa ou um serviço de saúde que lhe dará as orientações necessárias.

  • Para doar, o Ministério da Saúde recomenda que o paciente precisa ter entre 16 e 69 anos. Para os menores de 16 até os 18 anos incompletos, a doação só poderá ser realizada com o consentimento dos pais ou responsáveis legais. Em alguns casos, é possível que o Hemocentro solicite a presença dos pais no momento da doação.

  • Deve também estar alimentado, mas evitando alimentos gordurosos nas três horas que antecedem a doação. Se for após o almoço, aguardar duas horas. E ainda ter dormido pelo menos seis horas nas últimas 24 horas.

13908867_647718958712216_2482309288460834337_o 13908839_647708392046606_7902782057756123962_o 13895363_647226975428081_8735116078267538882_n 13769513_645744945576284_834259131946947869_n 13765770_647669748717137_7896412868665336920_o 13730897_647926148691497_7497165870815900334_o 13668647_647661878717924_7274067756213217884_o 13667886_647756262041819_6109276088944613648_o 13661944_647659022051543_8354700020308082021_o

Comentários

comentarios